Como usar a Pirâmide Deitada no Jornalismo Digital

Como usar a Pirâmide Deitada no Jornalismo Digital

A pirâmide invertida é o formato de redação jornalística mais comum. Contudo, o formato que mais funciona para os leitores de jornalismo digital é a Pirâmide Deitada. Esse formato consiste em construir uma narrativa linear, que se constrói a partir do conteúdo exposto no Lide.

Para o Jornalismo impresso, a pirâmide invertida deve ser prioridade no formato do texto, pois existe um limite de espaço que pode impedir que ele seja publicado por inteiro. Já no Jornalismo Digital, não existe limite de caracteres, aumentando, assim, os formatos de texto.

Um desses formatos é a Pirâmide Deitada, que torna o texto mais atrativo, já que não mostra as informações mais importantes e a conclusão de imediato. A linearidade do texto conduz o leitor a ter mais curiosidade, e, assim, se atrai melhor para ler o conteúdo completo.

Tanto a pirâmide invertida quanto a Pirâmide Deitada devem ser usadas com cautela, pois ambas ficam incoerentes em determinadas situações. Por exemplo, a pirâmide invertida não fica tão interessante ser usada em um artigo de opinião. Assim como, a Pirâmide Deitada pode tirar a seriedade de uma notícia desastrosa.

Na faculdade não aprendemos muito sobre esse formato e, por isso, decidimos mostrar como aplicar esta estrutura no seu texto.

Lide

O Lide é a cabeça da informação, onde o leitor vai encontras as informações que devem ser destacadas na notícia. Assim como na pirâmide invertida, ele também deve estar presente no início do texto, mas pode ser desenvolvido com mais detalhes no corpo da Pirâmide Deitada.

Explicação

Completando o Lide, nesse momento acontece a explicação do que foi exposto no Lide, com informações essenciais sobre a matéria. Geralmente, é composto pelo “como” e “por que” das 6 perguntas essenciais para a construção do Lide.

Dessa forma, já podemos entender um pouco melhor a diferença entre a Pirâmide Invertida e a Pirâmide Deitada.

Contextualização

É oferecida mais informações sobre os envolvidos no caso, como as pessoas e o local. Na Pirâmide Deitada, é na contextualização que o jornalista deve abusar no uso de infográficos, imagens e vídeos são recomendados.

Exploração

Por fim, na exploração o jornalista deve ligar as informações com arquivos internos e/ou externos. Assim, o leitor pode continuar lendo mais sobre o assunto.

Ademais, aprenda também como estudar Jornalismo Digital.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você quer se tornar o candidato mais disputado pelas empresas de comunicação