Como fazer Planejamento de Mídias Sociais

A maioria acha que trabalhar com Redes Sociais é uma tarefa tranquila e simples, que basta fazer conteúdos bonitinhos, que o público vai engajar…, mas quando chegar nos planejamentos, com certeza a pergunta virá: Como fazer Planejamento de Mídias Sociais?

Você que chegou até aqui, e já consome nossos materiais e treinamentos sobre, sabe que não é bem por aí, e está na frente de muitos na concorrência que é um dos maiores problemas, por conta de as Redes Sociais serem plataformas abertas, onde todo mundo pode criar e até mesmo copiar conteúdos.

Outro problema que corrobora com a pergunta de como fazer Planejamento de Mídias Sociais, são os tantos canais, ferramentas e tecnologias criadas, a fim de ajudar.

Mas o “ajudar”, é só pra quem se atualiza e busca capacitação, para assim fazer a escolha certa dentro de um oceano azul de oportunidades e facilitações.

Daí então fica outra pergunta: como conquistar a presença digital com tantos canais, recursos e uma concorrência altíssima?

E a resposta é simples: com planejamento! 

Como sempre um coringa pra tudo, mas, como todo bom planejamento, é necessário tempo, paciência e conhecimento primordialmente. 

1º passo:

Ressaltar a construção necessária de uma base solida, para sustentar sua atuação nas Redes.

Esta base deve ser trabalhada não apenas com estratégias de comunicação bem orquestradas, mas também Técnicas de Inbound Marketing, e também muita dedicação, paciência, visão estratégica, e uma análise cuidadosa dos resultados, para garantir que os objetivos serão atingidos ou adaptar os que não desencadearam bem.

2º passo: Como fazer o Planejamento de Mídias Sociais:

2.1 – Defina os objetivos e os indicadores de performance.

Uns dos principais:

  • Conhecer suas personas (público alvo);
  • Gerar reconhecimento de marca;
  • Aumentar a base de leads;
  • Criar relacionamento com os leads;
  • Gerar valor para eles diariamente (Inbound Marketing);
  • Ensinar mais pessoas sobre seus serviços (alcance).

2.2 – Identificando o Público Alvo:

É o público que vai guiar toda sua abordagem através dos seus perfis (persona)

2.3 Escolhas as Redes Sociais:

Com seu público-alvo bem definido, escolher as Redes Sociais onde você vai trabalhar, será uma tarefa mais fácil. 

Mas, para isso, é preciso entender como eles se comportam nelas, e em quais delas, costumam interagir com maior frequência.

Você deve considerar as singularidades de cada canal. Elas exigem abordagens diferentes e variam na relação entre recursos e ferramentas, logo, estratégias.

Esta demanda deve ser feita praticamente todo mês, usando diferentes formas de análise dos relatórios, para assim mudar, adaptar ou manter as estratégias. A Rede é um organismo vivo.

2.4 – Seja frequente e consistente:

A frequência está alicerçada também na definição do público. A consistência não, é a base de qualquer trabalho na Web.

Após isto acertado, mantenha uma periodicidade e constância, pois é aí que mora o engajamento e consequentemente a interação.

2.5 – Elabore um cronograma:

A ideia do cronograma é para que mantenha a periodicidade e frequência. Pois se desorganizar a rotina, todo o resto de conteúdo vai por água abaixo.

Tenha sempre em mente que o Planejamento, Cronograma e Organização são seus fiéis amigos para trabalhar nas Mídias Sociais, e na Web como um todo.

2.6 Faça testes e monitore ações:

Usamos a concepção do teste AB, para constatar ou não, qual conteúdo ou tipo de conteúdo mais converterá (engajamento e interação).

Análise de Relatórios:

As métricas são necessárias, principalmente para economizar tempo que a agilidade das Redes exige e te tornar mais assertivo no resultado que seu cliente vai te cobrar.

Manter, adaptar, retirar? Isso deve ser feito mensalmente através dos relatórios.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *