Como evitar o cancelamento nas Redes Sociais

Como evitar o cancelamento nas Redes Sociais

Um dos maiores medo das pessoas trabalham com a internet é o cancelamento nas Redes Sociais, pois o público está cada vez mais crítico e intolerante.  

O cancelamento acontece quando certo público considera uma ação intolerável, influenciando outras pessoas para não tolerar o pensamento deles. Dessa forma, a empresa perde seguidores, interação e alcance.  

Por tanto, leia algumas dicas para evitar o cancelamento nas Redes Sociais.

Estude antes de se posicionar 

Muitas pessoas erram no posicionamento por falta de estudos, pois não sabem do assunto e acabam falando besteira. Portanto, estude antes de se posicionar sobre qualquer assunto para evitar o cancelamento nas Redes Sociais.

Um cancelamento que ocorreu recentemente foi o caso da apresentadora Xuxa Meneguel. Em entrevista, ao se posicionar contra o teste em animais ela acabou mostrando que é a favor de testes em presidiários. Dessa forma, acabou faltando ética humana ao falar sobre ética animal. Neste caso, a apresentadora poderia ter estudado mais sobre ética e refletido sobre o assunto. 

Estude o seu público 

No dia mundial sem carne, a empresa Heineken fez uma homenagem aos veganos. Muitas pessoas que são contra o veganismo subiu a hastag “churrasco sem carne” e mostraram vídeos jogando a cerveja na privada e até quebrando a garrafa. 

Apesar de não ser considerada uma empresa vegana, por patrocinar rodeios, a Heineken foi cancelada por consumidores de carne. Dessa forma, a Heineken não aproximou o público vegano e ainda afastou o público consumidor de carne. 

Por isso, é importante estudar o público para que não haja cancelamento nas Redes Sociais. 

Use o politicamente correto nas Redes Sociais

Falamos sobre o politicamente correto em um artigo sobre Jornalismo Digital, no qual mostramos que ele não atrapalha. O mesmo serve nas Redes Sociais e ainda evita o cancelamento. 

O politicamente correto é uma forma de se posicionar sem ofender ninguém, tornando a comunicação mais clara e menos violenta. 

Por fim, pense antes de publicar e analise as consequências e comunique apenas em cima de fatos e não só opiniões sem embasamento (motivo sobre o fato).

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você quer se tornar o candidato mais disputado pelas empresas de comunicação