Conheça os 8 Tipos de Entrevista

O que é Entrevista Ping Pong

É importante compreender as características dos principais tipos de entrevista jornalística, para elaborar a pauta corretamente. A entrevista jornalística necessita de muito preparo, para que o jornalista obtenha o conteúdo planejado na pauta.

O resultado dará credibilidade ao trabalho do entrevistador, além do possível aumento da visibilidade. Diante disso, é importante compreender as características dos principais tipos de entrevista jornalística, para elaborar a pauta corretamente, e definir as perguntas mais coerentes.

Compreender os principais tipos de entrevista é apenas o começo de toda a etapa para entrevistar corretamente e colher os melhores resultados. O jornalista atual precisa levar em consideração não só o as perguntas mas sim as respostas.

Se comportar, a elaboração do conteúdo, as pautas, a retórica, os gêneros a preparação, os meios de entrevista em seus critérios, questionamentos, conhecimentos de dados…. e muitos outros assuntos a serem discutidos.

Passar vergonha na hora da entrevista não só atrapalhar seu rendimento final, mas sua credibilidade, a do veículo que trabalha e com certeza o comprometimento das próximas entrevistas.

Pensando em resolver esses problemas que geralmente acontecem criamos o treinamento com as técnicas de entrevista e todos os detalhes a serem levados em consideração no curso avançado sobre Técnicas de Entrevista.

Conheça os 8 Tipos de Entrevista:

Conheça os 8 Tipos de Entrevista

Também conhecida como coletiva de imprensa, a entrevista em grupo ocorre com a participação de vários jornalistas, que se revezam nas perguntas feitas a uma ou mais pessoas.

Todas as respostas são aproveitadas pelo grupo de jornalistas, mas se destacam os que fazem as perguntas mais importantes e criativas sobre o tema da coletiva.

Um furo jornalístico conquistado pode alavancar uma carreira jornalística.

Por isso, é importante sair na frente para não perder a chance de tirar a resposta que todos almejam.

1. Entrevista de rotina:

A entrevista de rotina é representada pelas fontes de notícias factuais, pautas diárias que têm curto prazo de validade para divulgação. É a mais usada de todos os tipos de entrevista existentes.

Ou seja, personagens que estiveram presentes na cena que está sendo noticiada. Por exemplo: Pessoas que presenciaram acidentes de trânsito, assaltos, desabamentos ou vítimas de enchentes. O depoimento dessas pessoas ilustra a matéria, e comprovam a veracidade do ocorrido.

2. Entrevista individual:

A entrevista individual é marcada com antecedência, apresentando ao entrevistado o tema da pauta. A entrevista é concedida apenas a um jornalista, após o devido preparo das respostas, que foram elaboradas pelo entrevistado ou mesmo por sua assessoria.

3. Entrevista em grupo:

Também conhecida como coletiva de imprensa, a entrevista em grupo ocorre com a participação de vários jornalistas, que se revezam nas perguntas feitas a uma ou mais pessoas.

Todas as respostas são aproveitadas pelo grupo de jornalistas, mas se destacam os que fazem as perguntas mais importantes e criativas sobre o tema da coletiva.

Um furo jornalístico conquistado pode alavancar uma carreira jornalística.

Por isso, é importante sair na frente para não perder a chance de tirar a resposta que todos almejam.

4. Entrevista exclusiva:

A entrevista exclusiva é concedida a um veículo, que divulgará o conteúdo em primeira mão. Isto é, uma pauta de grande interesse dos veículos de massa porque está em alta e atinge um grande número de pessoas.

A credibilidade e o alcance do veículo contam muito no aceite da entrevista exclusiva, já que isso representa alto lucro financeiro e expansão da imagem do entrevistado.

5. Entrevista de Pesquisa:

A entrevista de pesquisa é feita com especialistas sobre determinado assunto, para acrescentar informações a uma matéria com credibilidade. Conteúdos dessa natureza são muito importantes na construção de artigos, por exemplo.

6. Entrevista caracterizada:

É definida como entrevista caracterizada, os textos entre aspas, incluídos em uma matéria. Isto é, a fala do entrevistado é descrita como foi dita, uma transcrição fiel do que foi falado.

Estas passagens são curtas, definidas de acordo com a sua importância, sem adaptação na transcrição.

7. Entrevista de personalidade:

A entrevista de personalidade é feita para traçar um perfil de uma pessoa pública. Nessa entrevista, constam informações sobre hábitos, história de vida e outras curiosidades relevantes sobre a pessoa em questão.

8. Entrevista opinativa:

A entrevista opinativa é feita com pessoas que tem autoridade para falar sobre determinado assunto, sejam profissionais consagrados, estudiosos, ou atletas com grande experiência, por exemplo.

Para ceder uma entrevista opinativa, o personagem em questão deve ter conhecimento sobre o assunto em longo prazo, para comprovar sua capacidade de crítica.

Preparação para uma entrevista jornalística:

Antes de entrevistar, o jornalista precisa programar suas perguntas baseadas em início, meio e fim. Assim, é possível definir os temas que serão abordados, e a duração da conversa. Sempre estando com atenção a qual dos tipos de entrevista que será utilizado.

É importante que as perguntas não sejam longas, para garantir que o entrevistado compreenda o que está sendo questionado.

Caso o entrevistado tenha dificuldade em formular suas respostas, ele deve ser estimulado com novas perguntas curtas, complementando o assunto, sempre fugindo de afirmativas.

O jornalista deve pesquisar sobre a pessoa que irá entrevistar. É fundamental que informações básicas não passem despercebidas, para que a abordagem seja objetiva.

No início da entrevista, o jornalista deve apresentar sutilmente, como será a pauta trabalhada ao personagem a ser entrevistado, mas sem que ocorram palpites e sugestões sobre o que será perguntado.

Conforme a entrevista for seguindo, é possível que outros assuntos comecem a surgir.

Por isso, é importante que o jornalista saiba aproveitar as deixas, como também a hora de retornar ao foco inicial da pauta.

Para se fazer uma entrevista completa, não passar vergonha com o entrevistado, precisa também de conhecimentos dominados.

Entender os direitos do entrevistado (para evitar processos envolvendo seu nome como jornalista), além de todas as etapas executadas minuciosamente na prática. ,

Saiba por onde começar e como terminar em nosso curso: Como fazer uma Entrevista Jornalística.

Aprenda a fazer uma pauta jornalística e após isso use esse modelo gratuito para montar seus principais pontos:

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1. Fico muito feliz em nome de toda equipe.

      Conheça todos os menus deste site e nos encontre no Facebook, Instagram e YouTube, tem muita coisa exclusiva 🙂

      Forte abraço e até a próxima pauta.

Você quer se tornar o candidato mais disputado pelas empresas de comunicação