Produção de Texto Jornalístico

Diferença entre Jornalista e Colunista

Fernanda Felix
Escrito por Fernanda Felix em 8 de junho de 2020
Junte-se a mais de 12.749 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos

O Colunista é um profissional de Jornalismo, a diferença entre Jornalista e Colunista está na forma de produção, gênero jornalístico e a frequência.

No artigo “Diferença entre Jornalismo e Publicidade”, mostramos qual é o trabalho de cada um, para que possa ser compreendido que TUDO na área da Comunicação, depende de N processos, ferramentas e inclusive segmentos.

Segmentos estes como áreas diferentes, no caso de ser necessário entender além do Jornalismo, a Publicidade, o Marketing, Tecnologia da Informação e até mesmo Design e Administração, para desempenhar um trabalho melhor, completo e assim, lhe fazer um profissional mais valioso e exigido.

Ebooks

Modelo de Currículo para Jornalista

Diferença entre Jornalista e Colunista

O Jornalista coleta diariamente investigações, curiosidades, pesquisas e analisa dados para a produção e divulgação de informações, seja através de qualquer gênero jornalístico ou mídia que dissipe a comunicação entre dois ou mais núcleos distintos, em prol de ajudar de alguma forma a Sociedade.

Já o Colunista produz textos não necessariamente noticiosos, denominados Colunas, trabalhando regularmente para veículos de Comunicação como um todo.

Ebooks

Modelo de como estruturar uma Notícia para Web

Como exemplo destaco os artigos (como pode ver, não são matérias), que a Jornalista Miriam Leitão escreve sobre Economia no Jornal O Globo, e outros vários do mesmo Jornal. 

Além disso, é importante frisar que não precisar ser necessariamente Jornalista, ou seja, formado, graduado.

Ebooks

Modelo de Portfólio

O próprio Luís Fernando Veríssimo e Arnaldo Jabor, não são Jornalistas e Colunistas memoráveis, diferente da Miriam Leitão, que é formada pela Universidade de Brasília. 

Ebooks

Como descobrir qual o seu Público Alvo

Porém ainda sim, continuamos a incentivar e demostrar a maximização de oportunidades e remuneração que os profissionais formados tem, com relação aos não formados, mesmo que sejam em alguns casos, tão bons quanto.

Entenda mais no artigo: Conseguimos: o Registro Profissional para Jornalistas continua válido.

Leve em consideração que nos exemplos dados acima, tem pelo menos 40 anos de diferença entre os profissionais e vocês. O Mercado já mudou pelo menos umas 20 x.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte-nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *