Crônica jornalística: um gênero que vale a pena destacar

Crônica jornalística: um gênero que vale a pena destacar

A crônica jornalística é um dos gêneros mais interessantes para se estudar. Mesmo que não seja puramente noticioso, a crônica tem seu lado factual 

Considerando que, na realidade, a crônica é um gênero literário, mas quando associado ao jornalismo ganha características factuais que pautam a crônica. Esse gênero pode ser muito útil para treinar seu texto jornalístico.

Muito comum em jornais impressos, a crônica jornalística tem como principal característica o cotidiano nosso de cada dia. 

Por isso, para começar a escrever uma boa crônica é importante ser bem observador quanto aos detalhes mais inofensivos ao redor. Sim, a pauta principal pode ser um ônibus atrasado, por exemplo.

Pode parecer simples, mas misturar o olhar jornalístico com um conceito mais literário pode ser bem desafiador.

Características da crônica jornalística

Como destacado anteriormente, o cotidiano é a pauta principal da crônica, então temos inúmeras possibilidades de temas para escrever. Essa característica é que torna o gênero tão interessante.  

A linguagem simples é essencial para escrever uma crônica, uma vez que não é necessário nada muito rebuscado para fazer um relato do cotidiano, e o público alvo também não exige isso.

Falando em público alvo, uma das vantagens da crônica é que qualquer pessoa pode ler e se identificar com um relato. Estamos falando de questões comuns do dia-à-dia, e existe a possibilidade de várias pessoas se sentirem representadas. 

Além de tudo isso, é importante destacar que para escrever bem sobre o cotidiano tem que valorizar os cenários, os personagens e os acontecimentos. A fórmula de uma narrativa envolvente parece simples, mas é preciso dar atenção aos detalhes que envolvem a história. 

Lembrando que a crônica jornalística não deixa totalmente de lado o factual para assumir seu lado literário. 

Quer uma dica preciosa para escrever uma boa crônica? Então, a Academia do jornalista sugere muita prática. Por mais que seja importante conhecer bem a estrutura desse gênero jornalístico, de nada adianta se não houver prática textual.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1. Com certeza! A prática vai te ajudar muito, a ter melhores conteúdos e aperfeiçoar as técnicas e estudos sobre.
      Até as próximas pauta!