Dicas para ser Repórter de TV

Quer receber nossos conteúdos e avisos de cursos por e-mail ?

Para trabalhar na TV é preciso mais que capacitação, é preciso de técnica, empatia e ser muito bom com textos, por isso que neste artigo vamos mostrar essas e mais dicas de como ser um repórter de TV.

Para ser um Repórter de TV, dica 1:

Dicas para ser Repórter de TV

Você precisa saber olhar no fundo da câmera, a quantidade de vezes que pode gesticular e mais uma série de atividades e macetes técnicos que a graduação não ensina na prática, apenas em cursos extensivos.

No qual também ensina partes de como trabalhar com a mídia audiovisual.

Para ser um Repórter de TV, dica 2:

Mesmo após tendo cursado jornalismo, feito cursos extensivos, o profissional não consegue espaço no mercado e não entende o porque.

Vou falar mais uma vez a seguinte afirmação: “Quem não é visto não é lembrado”.

Então, o que você fez para te conhecerem como este profissional que busca emprego como repórter de TV, hoje?

Existem muitos profissionais de comunicação se formando a cada semestre, então porque que você tem direito a vaga mais que eles?

Bem simples: Porque você não mostra que é bom no que faz no qual mais visto do mundo, a internet?

Monte canal no YouTube com temas interessantes e buscados, crie fan page demonstrando seu portfólio, um blog, fora outras N oportunidades neste mercado da web…

Ninguém vai te conhecer sentado no sofá da sala reclamando pelo celular nas redes que não tem trabalho.

Ao invés de usá-las para mostrar seus dotes.

Para ser um Repórter de TV, dica 3:

Busque uma referência, um profissional que já trabalha na área e te inspira.

Aquele que fala sobre o que você gostaria, que escreve como você, que defende o que você defende, e por aí vai…

Lembrando que não é para você copiar a jornalista, ser exatamente como ela, mas sim usá-la como referência e incentivo, uma case de sucesso que você  busca alcançar.

Ou seja, te guiar e não copiar. Orientar!

Para ser um Repórter de TV, dica 4:

Procure o seu diferencial.

O que você sabe que é muito exigido pelo mercado e seus concorrentes com certeza não?

Coloque em seu currículo, portfólio, descreva em seus trabalhos pela web como falamos na dica número 2.

Comprove que sabe muito bem esse ponto que chama de diferencial.

Para ser um Repórter de TV, dica 5:

Participe de eventos na área, pois são nestes locais que ocorrem o network e assim mais possibilidades de conseguir trabalho na área, de repente pelo famoso QI (quem indica).

Além de lógico, vivenciar o meio e aprender a proposta que foi levada para o evento, que pode ser uma palestra, workshop, cursos de extensão, seja presencial ou pela web…

Busque se mostrar, como falado na dica 2, porém nestes locais e eventos é muito factível, ainda mais se já for uma autoridade na internet, por algo que mostre fazer bem.

Para ser um Repórter de TV, dica 6:

Não tenha preconceitos, pré julgamentos.

O profissional não pode para as câmeras, ter time, religião, gostar ou desgostar de cor, escolha política.

Claro que dentro da razoabilidade.

Sim, existem programas que não há problema algum, existem programas que são para demonstrar isso mesmo, porém no geral da informação, os telejornais sério, NÃO.

Lembre-se sempre que você não está aqui para dizer o que é e “me sigam”, mas sim para dizer o que acontece para que informem e tirem suas próprias conclusões e opiniões, mesmo que não seja como a sua.

Afinal, já parou para pensar que parte da Fake News desencadeia disso?

Escrever, falar, apontar somente o que julga correto e interpreta dentro de suas escolhas?

Nunca esqueçam que sua opinião não define ninguém e muito menos deve ser da conta da sociedade.

Apenas a VERDADE limpa do fato ocorrido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preparamos um modelo de pauta para você.

Ciclo de Palestra Gratuita para Jornalista