O que chama a atenção dos Recrutadores no Currículo

Currículo Tradicional some: conheça as modernidades

Já vou começar este artigo com uma dica. Acima de qualquer coisa, tenha certo a sua Marca Pessoal (construída da forma certa e exposta da forma certa), e depois, o objetivo que deseja alcançar, baseado pelo menos em duas direções diferentes. Com isso em mente, vamos lá descobrir o que chama atenção dos Recrutadores no Currículo.

Tenha super certo em sua jornada, que o Recrutador dá a mesma importância do Currículo para as suas redes sociais, com foco em 2 coisas:

  1. Sua imagem
  2. Os seus posicionamentos

Não vou te enganar… o LinkedIn auxilia e muito os Recrutadores, orientando a identificar os melhores candidatos a vaga respectiva.

Então tenha um, e entenda que não é só ter, é cria-lo em cima da sua Marca Pessoal e baseado em estratégias.

Atenção:

Caso tenha algum deste problemas, pense em 3 coisas:

  1. Corrija rapidamente
  2. Não minta JAMAIS (lembrando que estratégia não é mentira, é saber usar as verdades)
  3. Se prepare para se explicar na entrevista. Você já entra sendo julgado e idealizado, então faça bom uso das suas informações para impressionar o Recrutador.

O que chama atenção dos Recrutadores no Currículo:

  1. Adequação cultural
  2. Lealdade
  3. Flexibilidade
  4. Foco
  5. Crescimento

Candidatos que são evitados:

1 – Falta de profissionalismo online

Como é seu comportamento na internet? Cuide da sua imagem, e defina sua Marca Pessoal.

  • 43% dos empregadores utilizam as redes sociais para pesquisar candidatos.
  • 51% dos empregadores que verificaram candidatos nas mídias sociais, os desclassificaram.

Fonte: Recruiterbox, FirstInHR: Resume Red Flags to Look For *

2- Discrepâncias

Seu perfil LinkedIn está consistente e coerente com seu currículo?

3 – Curta permanência em empregos anteriores

Perfis que mostram mudanças constantes recolocações, podem indicar problemas de relacionamento, motivação ou ausência de autoconhecimento.

4 – Linguagem imprecisa

Seja claro e preciso ao dar uma informação. Foque nos interesses da vaga, mas não invente.

5 – Desonestidade

Não exagere na formação ou nas responsabilidades. Tudo será checado!

6 – Erros gramaticais e de digitação

Mostrar uma formatação sem clareza, poluída, resulta na imagem de que você não tem atenção a detalhes.

7 – Informações desinteressantes

Currículos sem profissionalismo e/ou capacitação, conteúdo apenas todas as escolas estudadas, que gradua ou já graduou, e empregos sem nenhum envolvimento com a carreira buscada. Não pode fazer nem um trabalho voluntário ou que pague pouco?

O que você anda fazendo dos seus dias, que não busca qualificação, network, criação de portfólios, como um Blog, um canal…? A Web tá aí e qualificação principalmente!

Busque definir sua Marca Pessoal e construir seu Marketing. Isso tudo é um processo que pode ser acompanhado por um profissional, baseado em 4 fases.

Quem tiver interesse, só comentar abaixo deste artigo, que enviamos a proposta. O investimento hoje, acarreta bons frutos amanhã.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *