Diferencial: Conheça os conceitos do Jornalismo de Dados

Tempo de leitura: 2 minutos

O Jornalismo de Dados é consequência da necessidade de adaptação que o trabalho de apuração exige, diante da expansão das novas tecnologias.

CLIQUE e inscreva-se no canal: LINK

A explosão de informação recebida em tempo real e a interatividade, geraram um incentivo que impulsionaram a descoberta de formas para trabalhar esse infinito fluxo de dados de forma ágil.

Para compreender como o Jornalismo de Dados funciona na prática, alguns exemplos serão descritos a seguir.

Ainda que seja uma vertente recente, e sem definições concretas, porque há muito a ser descoberto neste método de trabalho, as práticas já estão sendo adotadas na rotina dos Jornalistas.

Jornalismo de Dados: Como aprimorar buscas na internet

O trabalho de campo no Jornalismo de Dados pode ser iniciado nos mecanismos de busca da internet. Uma busca mais detalhada pode facilitar o trabalho, e ir além de links e imagens.

Ao digitar termos específicos na janela de pesquisa, é possível filtrar de modo mais eficaz o que se procura. Dados podem ser localizados com a limitação feita por um código.

Para buscar pdf, utiliza-se “filetype:pdf” junto ao termo da pesquisa, e só irão aparecer documentos desta extensão. Ou focar apenas em banco de dados com o atalhofiletype:XLS filetype:CSV“, por exemplo. Essa técnica é conhecida como raspagem de dados.

Jornalista-programador e a atuação no Jornalismo de Dados

Conhecer programações e saber como utilizar os códigos da computação, é uma habilidade que diferencia o trabalho do Jornalista. Isso porque é necessário ter uma experiência específica para conseguir extrair e exportar dados de sites.

A prática auxilia diversas áreas editoriais que vão além do investigativo, como cultura, serviços e esporte. Criar um acoplado de informações, que sirvam como uma base detalhada sobre determinado assunto pode ser um grande achado do Jornalismo de Dados.

É importante que o Jornalista esteja em constante aprimoramento, e não tenha medo de se aventurar em áreas teoricamente distantes do modelo tradicional do Jornalismo.

Aprender sobre novas técnicas faz o profissional ser menos dependente de especialistas, e ajuda a administrar tarefas de maior complexidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *