Tudo que o estudante precisa saber sobre Jornalismo Digital

Tempo de leitura: 4 minutos

O Jornalismo Digital tem se tornado uma das áreas de maior destaque dentro da comunicação nos últimos anos. Estar por dentro das ferramentas digitais e as melhores formas de utilizá-las são muito importantes tanto para quem está iniciando sua carreira, como para quem quer se manter atualizado no mercado de trabalho.

CLIQUE e inscreva-se no canal: LINK

Por isso, de acordo com o mercado e suas exigências, vamos abordar as características mais importantes do processo de elaboração de reportagens no Jornalismo Digital e quais são os diferenciais necessários para se destacar na área, que cresce e traz cada vez mais oportunidades que as demais.

O Digital se diferencia através de aspectos inovadores com relação a tecnologias, pois nossos leitores precisam e procuram sempre mais, por facilidades ao consumir conteúdos jornalísticos, e essas facilidades almejadas só é encontrada em quase 100% no novo jornalismo, diferente dos demais formatos.

Jornalismo Digital e suas praticidades:

Tudo que o estudante precisa saber sobre Jornalismo Digital

Instantaneidade:

A transmissão de informação via internet consegue ser tão rápida quanto à do rádio. Isso porque a postagem é executada com facilidade, e gasta poucos recursos.

Ocorre com frequência a publicação de um furo jornalístico, que segue com atualizações conforme a apuração do assunto é feita.

Assim, os canais de comunicação se mantêm atualizados, sem precisar esperar finalizar a reportagem.

Outro fator que beneficia a instantaneidade é a possibilidade de redigir, publicar e editar as matérias de qualquer lugar.

O Jornalista tende a fazer todo o processo, antes feito por uma equipe maior. Basta um smartphone, e todo o trabalho pode seguir com praticidade.

Interatividade:

Na internet, o Jornalista precisa lidar com o feedback que o público dá. Nisto estão os comentários positivos e negativos, compartilhamentos, além de resposta em enquetes e discussões sobre a matéria.

É necessário interagir, para conseguir suprir as necessidades do veículo. Interpretar o comportamento do leitor ajuda a definir futuras pautas, e possibilita o aumento de visualizações das matérias.

Hipertexto:

Links é uma grande ferramenta para complemento de informação. Por isso, o hipertexto – palavras grifadas que endereçam a outra página – incentiva o leitor a continuar dentro do site em questão.

Os hiperlinks também incentivam parcerias e uso de material multimídia relacionado ao tema abordado.

Leia mais: 5 erros nas técnicas de SEO no jornalismo

Formato de texto no Jornalismo Digital

Para prender a atenção do leitor, o Jornalista deve utilizar uma construção de texto diferenciada, chamada de pirâmide deitada.

Neste formato, as ideias são apresentadas de formato fechado em cada nível de leitura.

Unidade Base:

Responde algumas perguntas do lide “o que? quando? quem? e onde?”, de acordo com a importância dos fatos.

Nível de Explicação:

Responde aos itens restantes do lide: “por quê?” e “como?”. Ou seja, são complementos do acontecimento.

Nível de Contextualização:

São imagens, infográficos ou áudios que ilustram a matéria. É o espaço explorado pela convergência midiática.

Nível de Exploração:

São inseridos os hiperlinks, que levam o leitor para passear por mais conteúdos de interesse similar dentro do site, ou a outras páginas de parceiros.

Olhar comercial: As técnicas de SEO

Embora a internet seja um ambiente mais livre para a produção e divulgação jornalística, a concorrência se torna mais forte ainda, entre os trabalhos mais bem elaborados.

Para ter destaque e ficar entre os sites mais visitados, existem as técnicas de SEO.

E o que isso significa? As técnicas de SEO são basicamente um conjunto de práticas que auxiliam o trabalho a ser localizado na rede.

A prática começa na escolha das palavras-chave. Esses termos devem ser escolhidos de acordo com o tema da matéria.

Ou seja, palavras que representam o conteúdo principal da reportagem.

Devem-se pensar quais palavras o público usaria para pesquisar o assunto na internet. Para ficarem mais fáceis ainda de achar, as palavras-chave devem aparecer algumas vezes ao longo do texto, na URL, assim como no título, descrição de imagens e nas tags.

Tenha em mente que o título é a principal chamada da sua matéria. Utilize as palavras-chave determinadas nesta frase curta, junto a uma de criatividade.

Preze por conteúdos pouco extensos. Evite também copiar trechos de outros sites. Páginas que mantem essa prática são descartados pelos sites de buscas, e não se posicionam bem nas listas de pesquisa.

Por fim, para ser um grande conhecedor do Jornalismo Digital, siga em um estudo rotineiro.

Por ser uma área em expansão, todos os dias podem aparecer novas técnicas, que irão dar um novo formato à área jornalística.

A constante expansão das mídias digitais exige um acompanhamento próximo para permanecer acompanhando o progresso deste método de comunicação.

Leia mais: Conheça o perfil do novo jornalista no mercado atual / 5 erros nas técnicas de SEO no jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*