5 erros nas técnicas de SEO no jornalismo

Tempo de leitura: 3 minutos

As estratégias elaboradas com as técnicas de SEO, junto à conteúdos bem escritos e de acordo com o interesse do público-alvo, podem garantir um bom posicionamento do site nas buscas do Google.

Os erros nas técnicas de SEO no jornalismo podem fazer com que seu trabalho não tenha um bom resultado desde o início.O trabalho do Jornalista digital pode parecer simples, por se basear em práticas que visam criar textos objetivos e concisos.

CLIQUE e inscreva-se no canal: LINK

Porém estar ciente dos erros nas técnicas de SEO no jornalismo fará com que seu trabalho seja alavancado ainda mais.

O SEO no jornalismo, complementa o processo de informação porque amplia a capacidade de comunicação, ao facilitar o caminho da mensagem ao usuário.

Ainda que o Jornalista esteja empenhado a combinar as técnicas de SEO, com o formato jornalístico adequado.

É comum que ocorra alguns erros na execução que atrapalhem o bom desempenho do trabalho, e não dê retorno de visibilidade ao site. Estes erros nas técnicas de SEO no jornalismo podem ser cruciais para o início de um grande trabalho.

Entenda alguns detalhes que podem passar despercebidos, mas que podem dificultar o processo de SEO, e devem ser corrigidos durante o trabalho jornalístico digital.

Erros nas técnicas de SEO no jornalismo

1. Escolha errada das palavras-chave

A escolha das palavras-chave é um passo delicado e requer atenção.

As palavras não só precisam estar presentes dentro do conteúdo diversas vezes, como também em pontos estratégicos para serem encontradas pelos buscadores.

É importante ressaltar, que a ligação principal está no interesse do público-alvo, que irá digitar a palavra no buscador.

Para ter certeza que os termos definidos são úteis, utilize ferramentas que comparam palavras e que mostram quais são as mais procuradas nos buscadores.

Alguns dos mais utilizados são o Google Trends e Google Insights for Search.

2. Não fazer uso das redes sociais

Não divulgar seu site em redes sociais, é perda de oportunidade de divulgação.

O compartilhamento de links do seu site gera linkbuilding.

Essa prática consiste em gerar links que apontam para seu site, e resulta em relevância para seu conteúdo.

Quanto mais pessoas compartilharem sua URL, mais positivo é seu desempenho no SEO.

Invista em páginas oficiais no Facebook, Google+ e Instagram, por exemplo.

É importante também, que seu site esteja com o botão de compartilhamento nas redes sociais ativado, para incentivar o leitor a divulgar a notícia.

3. Reproduzir conteúdo copiado

Postar conteúdo de outros sites, sem identificar o link do original pode acabar com a reputação do seu site, e jogar o trabalho com SEO no lixo.

O Google identifica as cópias, e ainda há o risco de denúncia por violação de direitos autorais.

Essa prática não vai trazer visibilidade. Faça uma releitura do conteúdo, e crie material original.

Conteúdo relevante é o principal método para garantir o sucesso das técnicas de SEO.

4. Falta de links dentro da página

Outro erro comum, é não incluir links que façam o visitante explorar mais conteúdos.

Essa técnica auxilia no complemento da informação inicial.

Procure inserir links de outras páginas do seu site que sejam de temas relacionados ou que possam acrescentar no aprendizado do tema.

A circulação de conteúdo é bem vista pelo Google, quando está indexando para o posicionamento nas buscas.

5. Fazer planejamento a curto prazo

Tenha em mente que a resposta pelo uso das técnicas de SEO é um processo contínuo.

Há sempre novos métodos a serem testados, e a manutenção deve ser feita constantemente.

A otimização do posicionamento vem com o tempo.

A criação da estrutura de SEO do seu site é apenas o primeiro passo para aprimorar o desempenho na Internet.

Para fugir dos erros, busque manter-se atualizado. O mundo digital vive em constante mudança e requer do Jornalista disposição para acompanhar as novidades.

Veja também: 07 ferramentas de otimização de conteúdo para jornalistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*